Mudança na EFD-Reinf em relação à retenção do IR e Contribuições Sociais

por | 18 out, 2018 | Comentários, EFD-Reinf | 0 Comentários

EFD-Reinf – Ao aprovar a versão 1.4 da EFD-Reinf – Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais, em setembro/2018, a Receita Federal do Brasil suprimiu o evento R-2070, o que representou a mais importante alteração nos leiautes promovida na ocasião. Era neste evento que as empresas deveriam prestar as informações relacionadas à retenção do Imposto de Renda e das Contribuições Sociais (CSLL, PIS/Pasep e Cofins), tanto nos pagamentos a pessoas jurídicas, como também a pessoas físicas, neste último caso, apenas em relação ao IRRF e somente nos casos em que a operação já não está abrangida pelo eSocial.

No próprio site do SPED na Internet (veja AQUI) consta a informação de que “As informações que substituirão a DIRF serão escrituradas através de novos eventos a serem publicados em versão futura, juntamente com o seu novo cronograma de obrigatoriedade.” Isto é, a supressão do R-2070 está longe de representar a exclusão dos eventos do projeto. Foi apenas uma saída temporária.

Embora não haja ainda, em outubro/2018, informação oficial a respeito, já se sabe que dentro de algum tempo a RFB vai criar  os seguintes eventos periódicos em substituição ao R-2070:

R-4010 – Retenção Efetuada na fonte de Pessoa Física
R-4020 – Retenção Efetuada na fonte de Pessoa Jurídica
R-4030 – Retenção Sofrida na fonte por Pessoa Jurídica
R-4040 – Pagamentos a beneficiários não identificados.

Interessante observar que, diferentemente do que existia em relação ao R-2070, as empresas que sofrerem a retenção de tributos federais também terão que prestar informações. Isso permitirá ao Fisco criar uma espécie de sistema de malha fina muito mais dinâmico e aprimorado do que o existente na atualidade, com informações fragmentadas (DCTF, DIRF, EFD-Contribuições) e sincronizações precárias.

A conclusão é que, em relação às retenções aqui examinadas, a RFB pretende exigir informações mais depuradas, mas precisamos aguardar a publicação dos leiautes para confirmar se o nível de detalhamento será semelhante àquele exigido nos eventos que tratam da Retenção de INSS na Cessão de Mão de Obra e Empreitada (R-2010 e R-2010).

Caso você queira receber conteúdos exclusivos em primeira mão publicados no Foco Tributário, assine nossa lista.

Participe de nosso treinamento Gestão Tributária de Contratos e Convênios, baseado no livro mais completo do mercado sobre retenções e encargos tributários na fonte.

Para receber mais conteúdos sobre a temática tributária, solicite também a inclusão de seu telefone em nossa lista do Whats App (+55 71 9 9385-2662).

Curso Retenções e EFD REINF

Curso Retenções e EFD REINF trata do mais recente módulo do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital). O EFD-Reinf (Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída)

Participe do Curso Retenções e EFD REINF, inscrições limitadas, confira a data e local de início das próximas turmas