Como fica a alíquota do Simples Nacional a partir de 2018?

por | 30 ago, 2017 | Simples Nacional, Vídeos | 0 Comentários

A partir de 2018 o cálculo do Simples Nacional se torna bem mais complexo de se compreender, já que passam a valer as alterações trazidas pela Lei Complementar nº 155/2016.

O número de faixas de faturamento é reduzido de 20 para apenas 6. Além disso, o cálculo do Simples devido mensalmente passa a incorporar uma característica semelhante à do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) das pessoas físicas. Após a aplicação de uma alíquota percentual, também é necessário abater a parcela a deduzir em Reais (R$) incorporada aos Anexos da LC 123/2006.

Por esse motivo fizemos questão de elaborar um exemplo prático utilizando números fixos de faturamento mensal (R$ 100 mil/mês), a fim de que a ênfase da explicação fique nas regras de cálculo.

Vale a pena conferir! Não deixe também de postar seus comentários.

Caso queira receber conteúdos exclusivos em primeira mão publicados aqui no Foco Tributário, assine nossa lista clicando AQUI!

Se deseja participar de nosso treinamento Gestão Tributária de Contratos e Convênios, baseado no livro mais completo do mercado sobre retenções e encargos tributários na fonte, acesse o site da Open Treinamentos e Editora clicando AQUI.

Para receber mais conteúdos sobre a temática tributária, solicite também a inclusão de seu telefone em nossa lista do Whats App (+55 71 9 9385-2662).

Curso gestão tributária de contratos e convênios

Incluindo abordagem sobre a EFD-Reinf, o eSocial, as alterações no ISS e no Simples Nacional para 2019

Participe do Curso Gestão Tributária, o evento mais completo do mercado acerca da incidência do INSS, IRRF, CSLL, PIS/Pasep, Cofins e ISS na fonte. É o único com carga horária de 24 horas-aula distribuídas ao longo de três dias consecutivos.